Artigos

O desafio da continuidade e a sua necessidade

O desafio da continuidade e a sua necessidade

POR SEDRICK DE CARVALHO

Desde 2017 que publico nas redes sociais sugestões de leitura de obras angolanas, primeiro no perfil pessoal do Facebook e, actualmente, por intermédio das redes sociais da editora Elivulu, que coordeno. A recomendação é acompanhada com referência ao ano de publicação do livro e, logicamente, o nome da autora ou autor. Este exercício permitiu-me perceber a importância da biobibliografia de quem publica uma obra.
Tomás Lima Coelho, amigo da editora desde a primeira hora, atento ao trabalho desenvolvido e, em especial, às sugestões de leitura, ofereceu-nos a segunda edição do seu livro Autores e Escritores de Angola – 1642-2018, e assim passamos a ter as nossas sugestões de leitura mais completas: título da obra, ano de publicação, autoria e o seu local e ano de nascimento.
Esta obra é um trabalho monumental organizado ao longo de mais de dez anos, com imenso sacrifício e consequências a nível pessoal, como a falta de tempo para dedicar-se a outros projectos literários e até à família. O próprio admitiu-o. E acrescenta que, como precisa de dedicar-se a outras coisas e escritos, era urgente encontrar um sucessor para o fantástico trabalho, mas hercúleo, que é esta obra.
Pensei imenso antes de aceitar esta responsabilidade, mas adianto o que fez-me aceitá-la. No momento que precisamos de sair de cena, surge-nos a questão sobre quem dará continuidade ao nosso trabalho. John Maxwell fala sobre o legado no livro As 21 irrefutáveis leis da liderança, apontando que o legado ocorre quando líderes estão em condições de se afastarem sem receio de colocar em risco os projectos, isto porque conseguiram garantir a existência de outros líderes em posição de dar continuidade ao que dedicamos a nossa vida para construir. É com esta preocupação que fui abordado por Tomás Lima Coelho, e foi com este dilema com que me debati: honrar o legado. Aceitei o desafio, e fi-lo pela necessidade de que o seu magnífico trabalho tenha continuidade, para que não fique desactualizado e ultrapassado passado o tempo. Entretanto, ao mesmo tempo, temia pela tamanha responsabilidade que assumia. A fase de transmissão de projectos/trabalhos para outrem é crucial, pois pode ocorrer a sua extinção. Sem experiência de trabalho similar, esta missão revelou-se extremamente delicada e difícil.
O processo de recolha e registo exige imensa disponibilidade, além do que julgava à partida. O contacto directo com editoras, escritoras e escritores, livrarias e alfarrabistas a pedir informações sobre determinados livros e suas biografias traduziu-se numa colossal aventura. Não deixei de pensar em desistir diante de tantas dificuldades em obter os dados exactos e, às vezes, até mesmo perante incompreensões quando solicitava pelos mesmos. Mas a importância deste trabalho é superior aos constrangimentos e dificuldades que acarreta. Felizmente, Tomás Lima Coelho continua disponível, pelo que me acompanhou ao longo desta primeira etapa da entrega do bastão, qual estafeta que corre lado a lado na pista com o colega para garantir que agarra firme o objecto e marca com firmeza os primeiros passos do sprint.
Desta corrida resultou num total de 515 novos autores e escritores registados. É este o resultado destes três anos que se incrementam ao trabalho, reunindo agora os autores e escritores angolanos de 1642 a 2022.

Esta nova edição do livro AUTORES E ESCRITORES DE ANGOLA 1642-2022 vai estar disponível da Feira do Livro de Lisboa, no stand da Promobooks

A dolorosa fundação da República é o tema do quarto volume da História de Angola

A dolorosa fundação da República é o tema do quarto volume da História de Angola

É com muito regozijo que anunciamos que entrou em fase de produção e planeamento a edição do quarto volume da monumental edição da História de Angola, do Prof. Doutor Carlos Mariano Manuel.

Segundo o autor esta nova publicação, que irá ser apresentada em Angola e Portugal durante o próximo ano, trará importantes revelações sobre os primeiros anos da dramática construção da República de Angola.

Todos os nossos leitores e amigos que estiverem interessados em estar informados sobre as actividades que estamos a preparar, podem fazer, sem qualquer compromisso, a sua inscrição pelo email: info@autores.club

Primeira edição dos três volumes publicados

“Memórias da História e Comunicação Intercultural”

Foi apresentado em Luanda, no Instituto Superior Politécnico Tocoísta, a conferência “Memórias da História e Comunicação Intercultural”, pela Prof. Doutora Rosa Cabecinhas, antiga directora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho.

O auditório de 250 lugares esteve completamente preenchido com docentes, discentes e outros convidados cultores das ciências sociais.

Em Novembro de 2021 foi realizado um acto similar no Campus Gualter da Universidade do Minho, na cidade de Braga, tendo o Prof. Doutor Carlos Mariano Manuel apresentado uma conferência sobre História de África, em pormenor sobre a famosa Conferência de Berlim para África.

(mais…)

“Pai Celestial” acolhe Domingos Inguila João

“Pai Celestial” acolhe Domingos Inguila João

Domingos Inguila João nasceu a 6 de Outubro de 1945, no Ambrizete (actual N’Zeto), em Angola. Jogou futebol na posição de defesa central. No Sambizanga, representou o Sporting Clube da Musserra e os ASES Futebol Clube, do qual foi co-fundador. Nas provas oficiais, representou o Atlético Sport Aviação – ASA sagrando-se tetra campeão provincial de futebol de Angola. Em 1969 foi contratado pelo Sport Lisboa e Benfica onde permaneceu dois anos até ser transferido para o Beira Mar de Aveiro

É com tristeza que informamos que o antigo craque do futebol angolano, Domingos Inguila João, faleceu hoje, 17 de Maio de 2024, na Clínica Girassol, em Luanda.

Em 2023 tivemos a honra de publicar as memórias de Domingos Inguila João, com o apoio da família e do nosso autor memorialista do Sambizanga, Francisco Van-Dúnem.

Nas vésperas do 50º aniversário da fundação da República de Angola apresentamos uma das memórias de Domingos Inguila João.

“A Caravana Havemos de Voltar”

POR DOMINGOS INGUILA JOÃO

Quando ocorreu o golpe de estado contra o regime fascista e colonialista português, estava eu em Aveiro a cumprir a época desportiva de 1974/75 – a quarta época –, em representação do Beira-Mar. Não terminei a época seguinte porque movido pelo sentimento patriótico e sentido de missão, respondi ao apelo feito pelo saudoso Presidente Agostinho Neto, e no dia 15 de Agosto de 1976, regressei ao país que me viu nascer. 

Em Portugal, foi criada a “Caravana Havemos de Voltar” coordenada na altura pelo então Professor Rui Mingas, que soube mobilizar muitos angolanos para a causa da reconstrução do país.  

Regressei com a família (esposa, duas filhas e uma irmã) e outros compatriotas que também responderam ao apelo, casos do meu estimado compadre e amigo Eduardo Laurindo, do engenheiro Caetano, da Tilú, do Filomeno Vieira Lopes e da Milucha. Mais tarde regressaram o Joaquim Dinis e o João Machado. 

Já no país, no mês de Setembro de 1976, apresentei-me à Direcção Geral da Juventude e Desportos, cujo director era, na altura, o Pedro Augusto, e que de imediato me nomeou como responsável pelo Departamento de Futebol com a categoria de Técnico Desportivo. Com o regresso ao país de muitos angolanos que estavam na diáspora, conseguiu-se, com o esforço de todos, dar uma outra dinâmica à Educação Fisíca e ao Desporto. Hermenegildo Vieira Dias de Sousa viria a substituir Pedro Augusto no mesmo cargo. Depois de criada a Secretaria de Estado de Educação Física e Desporto (SEEFD), o mesmo foi nomeado para dirigirir a referida instituição. Foi sobre o seu mandato que Angola conquistou pela primeira vez a sua primeira medalha de ouro nos jogos africanos, disputados na Argélia, na modalidade de judo. A partir do ano de 1978, quando Rui Mingas, que até então desempenhava funções no Ministério da Educação, na área do desporto escolar, substitui Hermenegildo de Sousa como Secretário de Estado da Educação Física e Desporto, o desporto nacional conheceu um grande impulso. Foi o período em que começaram a surgir as primeiras federações nacionais e em que o nosso país começou a filiar-se nos vários organismos desportivos mundiais. A pasta governamental do Conselho Superior de Educação Física e Desporto voltou a sofrer mudanças na sua estrutura com a criação do Ministério da Juventude e Desportos, por onde passaram Marcolino Moco como primeiro Ministro do pelouro, Osvaldo Serra Van-Dúnem, Justino Fernandes, Sardinha de Castro, Marcos Barrica, Gonçalves Muandumba, e Albino da Conceição. A mesma pasta foi depois entregue à ex-Ministra Ana Paula do Sacramento Neto, que foi recentemente substituída pela Ministra Palmira Barbosa. 

Livro de memórias publicado em 2023 e apresentado em Lisboa e em Luanda

As escolhas dos nossos leitores nas livrarias da FNAC

As escolhas dos nossos leitores nas livrarias da FNAC

Na semana que que passou (6 a 12 de Maio) os nossos livros mais vendidos nas lojas da FNAC foram:

PRIMEIRO CLASSIFICADO

ANGOLA E O ATLÂNTICO – COLONIALISMO, COLONIALIDADE E EPISTEMOLOGIA DESCOLONIAL (COLECÇÃO: TRABALHOS ACADÉMICOS – VOLUME 2)
de Luís Gaivão REF. 103 – 9|2023 ISBN 978-989-35076-8-1

SEGUNDO CLASSIFICADO

ANGOLA CINCO SÉCULOS DE GUERRA ECONÓMICA (COLECÇÃO: ESTUDOS – VOLUME 1)
de Jonuel Gonçalves REF. 107 – 13|2023 ISBN 978-989-35368-2-7

TERCEIRO CLASSIFICADO

EU E A UNITA 
de Orlando Castro REF. 106 – 12|2023 ISBN 978-989-35368-1-0

COMO REFORÇAR A IMUNIDADE? – 2ª EDIÇÃO (REVISTA)
de Luís Philippe Jorge REF. 109 – 1|2024 ISBN 978-989-35368-5-8

CRÓNICA DA FUNDAÇÃO DO HUAMBO | NOVA LISBOA (5ª EDIÇÃO)
de JRicardo Rodrigues REF. 80 – 17|2021 ISBN 978-989-53348-2-7

As escolhas dos leitores nas livrarias FNAC

As escolhas dos leitores nas livrarias FNAC

Na semana que que passou (29 de Abril a 5 de Maio) os nossos livros mais vendidos nas lojas da FNAC foram:

PRIMEIRO CLASSIFICADO

ANGOLA E O ATLÂNTICO – COLONIALISMO, COLONIALIDADE E EPISTEMOLOGIA DESCOLONIAL (COLECÇÃO: TRABALHOS ACADÉMICOS – VOLUME 2)
de Luís Gaivão REF. 103 – 9|2023 ISBN 978-989-35076-8-1

SEGUNDO CLASSIFICADO

COMO REFORÇAR A IMUNIDADE? – 2ª EDIÇÃO
de Luís Philippe Jorge REF. 109 – 1|2024 ISBN 978-989-35368-5-8

TERCEIRO CLASSIFICADO

EU E A UNITA 
de Orlando Castro REF. 106 – 12|2023 ISBN 978-989-35368-1-0

Adobe Digital Editions, software líder em leitura de livros digitais

Adobe Digital Editions, software líder em leitura de livros digitais

A Adobe Systems, renomada empresa de tecnologia, anunciou o lançamento da mais recente versão do Adobe Digital Editions, seu aclamado software para leitura de livros digitais. Desenvolvido inicialmente com o uso da plataforma Adobe Flash (nas versões 1.x), o Adobe Digital Editions tornou-se um pilar essencial para gerenciar e desfrutar de e-books, jornais digitais e outras publicações em formato digital.

Este programa versátil suporta uma variedade de formatos, incluindo PDF, XHTML através do formato EPUB, e conteúdo baseado em Flash, garantindo uma experiência de leitura envolvente e adaptada às preferências dos usuários. Uma das características distintivas do Adobe Digital Editions é a sua capacidade de compartilhar documentos entre múltiplos dispositivos, proporcionando uma sincronização perfeita entre plataformas.

Além disso, o Adobe Digital Editions oferece suporte à gestão de direitos digitais (DRM) através da tecnologia ADEPT (Adobe Digital Experience Protection Technology). Essa tecnologia garante a segurança dos conteúdos digitais, permitindo que os usuários desfrutem de suas leituras com tranquilidade, sabendo que seus direitos autorais estão protegidos.

Uma das vantagens do Adobe Digital Editions é a autenticação do usuário por meio de uma ID da Adobe, simplificando o acesso e oferecendo uma experiência personalizada aos leitores. Embora o software seja compatível com uma ampla gama de dispositivos, incluindo iPads e muitos dispositivos Android, vale ressaltar que não é compatível com o Kindle da Amazon.

O lançamento da nova versão do Adobe Digital Editions representa um passo significativo no avanço da leitura digital, oferecendo aos usuários uma plataforma robusta e intuitiva para explorar e desfrutar de uma vasta gama de conteúdos digitais. A disponibilidade do software reflete o compromisso contínuo da Adobe em fornecer soluções inovadoras que enriqueçam a experiência do usuário digital.

WOOK

WOOK

A WOOK é a livraria online onde encontra a maior oferta de livros em português, inglês, francês e espanhol. Os manuais escolares adoptados em todas as escolas do país e os livros de apoio em todos os anos de escolaridade, com os melhores descontos e a qualidade de serviço da Porto Editora.

As edições da PERFIL CRIATIVO em formato de papel ou no formato digital estão disponíveis nesta plataforma portuguesa de comércio electrónico.

Aproveitamos para informar que as nossas edições mais antigas vão ser retiradas desta plataforma ficando exclusivamente disponível em www.AUTORES.club até deixarem de existir exemplares para entrega.

“Storytel” quer democratizar histórias

“Storytel” quer democratizar histórias

A Storytel é um dos maiores serviços de streaming de audiolivros e e-books do mundo e oferece mais de 1,5 milhão de títulos em escala global. O Grupo Storytel opera em mais de 25 mercados, com foco em dez mercados principais: os cinco países nórdicos, os Países Baixos, Turquia, Polónia, Bulgária e Estados Unidos. O negócio de streaming dentro do Grupo Storytel é realizado sob as marcas Storytel, Mofibo e Audiobooks.com. O negócio de publicação é gerido pela Storytel Books e pela editora de audiolivros StorySide. A sede está localizada em Estocolmo, Suécia.

A Storytel é tanto um provedor de plataforma digital de histórias quanto um grupo editorial, permitindo que a empresa reúna o melhor da publicação e distribuição. Segundo os seus dirigentes a Storytel aspira a ser líder em narrativas digitais, e ao alavancar a tecnologia, vai democratizar histórias através de uma plataforma para criadores de conteúdo e usuários.

A editora Perfil Criativo passa a estar representada nesta plataforma editorial.

Barnes & Noble Booksellers

Barnes & Noble Booksellers

Barnes & Noble, Inc. é a maior livraria a retalho dos Estados Unidos, operando principalmente através de sua cadeia de livrarias, Barnes & Noble Booksellers localizada na Quinta Avenida de Manhattan. Este grupo empresarial passa a partir de Maio a disponibilizar as novas edições digitais da Perfil Criativo – Edições.  O livro “Angola cinco séculos de guerra econômica” de Jonuel Gonçalves é o primeiro livro neste formato a ficar disponível para leitores de língua portuguesa residentes nos EUA.

Espectáculos de Gemma Almagro em Barcelona a 9 e 10 de Maio

Espectáculos de Gemma Almagro em Barcelona a 9 e 10 de Maio

Gemma Almagro e Magalí Germain apresentam no próximo dia 9 de Maio, às 21h00, no Espai Culinari Cafè de Mar, em Mataró (Barcelona), um original espectáculo organizado pelo Perifèric Poetry Mataró, com entrada livre.

No dia seguinte, 10 de Maio, às 20h00, Gemma Almagro apresenta, no @mamaloa.espaieducatiu (Torrent de l’Olla, 161, Barcelona), a estreia internacional do monólogo mais maldito: Señora, ¿tiene hora? – Experiencias premenopáusicas 2.0.

Guiado pelo seu crescente distúrbio hormonal e pelo impulso, Gemma Almagro fará um passeio existencial pela sociedade e pelo mundo pós-moderno no qual deixou de se encaixar: “Las Señoras existimos y reivindicamos un espacio público y social en el que poder sacarnos de encima los estereotipos que llevamos cargando desde hace tantos años. Necesitamos poder cagarnos en todo, que nos escuchen y, si es posible, que nos paguen por ello.”

Gemma Almagro é autora dos livros “Poesía de Trinchera – Altamar” e “Patas Arriba” publicados pela PERFIL CRIATIVO – EDIÇÕES