Archives em Junho 2022

Universidade Eduardo Mondlane recebe tratado da História de Angola

Universidade Eduardo Mondlane recebe tratado da História de Angola

Três meses depois de ter sido apresentado em Luanda, na antiga fortaleza de São Miguel, o tratado de História, “Angola: desde antes da sua criação pelos portugueses até ao êxodo destes por nossa criação” (Ed. 2021), chegou à Universidade Eduardo Mondlane (UEM), na República Moçambique.

O magnífico reitor da UEM, Prof. Doutor Manuel Guilherme Júnior, recebeu com elevado regozijo a obra oferecida pelo seu homólogo da Universidade Agostinho Neto (Luanda, Angola), Prof. Doutor Pedro Magalhães. A reitoria da UEM providenciou no sentido de duas outras importantes entidades do pais lusófono do Oceano Indico, receberem uma colecção desta inédita obra.

O autor deste monumental tratado de História de Angola, Prof. Doutor Carlos Mariano Manuel, assistiu a cerimónia realizada na reitoria da universidade.

O professor catedrático, Pedro Magalhães, magnífico reitor da Universidade Agostinho Neto no histórico momento de entrega de algumas colecções da primeira e segunda edição do tratado de História de Angola ao Prof. Doutor Manuel Guilherme Júnior, Magnifico Reitor da Universidade Eduardo Mondlane, no decurso do acto para o efeito realizado a 28 de Junho de 2022 na Reitoria da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo (Moçambique).

Programas paralelos no dia 2 de Julho de 2022

No próximo Sábado, 2 de Julho de 2022, os nossos autores, Luis Philippe Jorge e Jonuel Gonçalves , vão realizar sessões públicas em áreas diferentes e que podem ter interesse para os nossos leitores.


JONUEL GONÇALVES (JOSÉ GONÇALVES)

O Prof. Doutor José Gonçalves é economista e professor universitário em Relações Internacionais da Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro, Brasil). Como autor assina os seus livros como Jonuel Gonçalves.

Relações entre Economia e Política no Atlântico Sul: panorama atual

Fórum Internacional: Atlântico Sul um sistema de economia política?

Grupo Soberania Nacional – UFU

Data: sábado 2 de Julho (18h00 às 20h00) – Hora no Brasil

Inscrição: cursosoberanianacional@hotmail.com

Com a inscrição recebe o link de acesso


LUÍS PHILIPPE JORGE

Psicoterapeuta (abordagem psico-orgânica – ortomolecular),
Especializado em Nutriterapia CFNA (Centro de Formação em Nutriterapia Aplicada – Bélgica)
Formador acreditado pelo CPFC (Conselho Cientifico-Pedagógico de Formação Continua, Braga)

 Seminário de Nutriterapia 

Como vencer o sobrepeso, a diabetes tipo 2 e integrar uma nutrição cardioprotectora”.

Data: sábado 2 de Julho (9h30 às 12h30, e das 14 às 17h30)

 Local: Espaço Amar, Rua Rosa Araújo, nº 34, 5º andar, 1250-195, Lisboa

Reservas e informações: (+351) 914 246 593

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é como-reforcar-a-imunidade-proteccao-contra-o-covid-19-1.jpg

Tratado da História de Angola apresentado na rádio ECCLESIA

Tratado da História de Angola apresentado na rádio ECCLESIA

8 de Junho de 2022 — Rádio ECCLESIA entrevista o professor catedrático e investigador em História, Carlos Mariano Manuel, a propósito da publicação do monumental tratado da História de Angola “Angola: desde antes da sua criação pelos portugueses até ao êxodo destes por nossa criação” e recentemente apresentado na fortaleza de São Miguel , em Luanda.

O Bispo da Diocese da Provincia do Bengo com sede em Caxito, D. Mauricio Agostinho Camuto, recebeu o entrevistado e manifestou um grande regozijo que sentiu no termo da entrevista.

Antigo presidente visita a nossa editora

Antigo presidente visita a nossa editora

Visita surpresa de ilustres autores/leitores de Cabo Verde, Lígia Fonseca (natural de Moçambique é advogada, autora e antiga primeira-dama de Cabo Verde) e o antigo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca (político, jurista, professor universitário, escritor e poeta). No encontro, que muito honrou a nossa equipa, foram oferecidos livros publicados pela nossa editora e combinámos preparar, na cidade Praia, um de grande encontro cultural com autores de Angola.

Arquivo recebe Tratado da História de Angola

Arquivo recebe Tratado da História de Angola

O Arquivo Histórico Ultramarino (AHU) recebeu no passado dia 2 de Junho de 2022, a primeira edição do tratado da história de Angola “Angola: desde antes da sua criação pelos portugueses até ao êxodo destes por nossa criação” (Ed. 2021), de Carlos Mariano Manuel, investigador em História, médico e catedrático em Patologia.

O editor, João Ricardo Rodrigues, entregou esta primeira edição, de tiragem limitada e de grande prestígio (exclusiva para coleccionadores e bibliotecas), à directora do Arquivo Histórico Ultramarino, Dr.ª Ana Canas Delgado Martins e à Dr.ª Maria Teresa Neves, curiosamente descendente de uma antiga família de Benguela (Angola) e refugiada de guerra no conturbado processo de independência nacional.

O editor, em nome do autor, aproveitou para agradecer a existência deste valioso arquivo (um património fundamental para conhecer a História de vários países), e exaltar o trabalho de conservação da equipa do AHU. 

A direcção do AHU tinha solicitado esta obra à editora “pela estreita ligação que tem com o acervo do Arquivo”, e aproveitou esta oferta para manifestar o seu regozijo e surpresa pela dimensão deste empreendimento independente (26 anos de investigação + um ano de edição), tendo também realçado a forte e estreita ligação com o Arquivo Nacional de Angola (ANA). 

O Arquivo Histórico Ultramarino foi criado em 1931, no âmbito do Ministério das Colónias, em 1973 foi integrado na Junta de Investigações Científicas do Ultramar. Na sequência da extinção do Instituto de Investigação Científica Tropical, o Arquivo Histórico Ultramarino foi integrado na Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. O AHU tem a responsabilidade de arquivar, conservar e tratar tecnicamente a documentação existente de interesse ao estudo e conhecimento da história colonial. 

A Biblioteca do Arquivo Histórico Ultramarino é maioritariamente constituída por obras sobre a história da presença dos portugueses no mundo e das comunidades com as quais se relacionaram, nas suas várias vertentes (15900 monografias e 720 títulos de publicações em série, num total aproximado de 35000 volumes).