Autor: Xavier de Figueiredo

Editora: Alende – Edições | Perfil Criativo – Edições

Ano de publicação: Abril de 2019 – Terceira edição

ISBN: 978-989-54354-0-1

A cidade solenemente fundada por Norton de Matos, em 1912, era um ermo. Mato, capinsais e mais mato; aqui e ali, muito dispersas, apenas algumas toscas construções de matapa ou capim, quase todas de comerciantes acabados de chegar. A cidade, fisicamente, só tinha existência “no papel”. As circunstâncias – especialmente ponderosas as de natureza política – fizeram as coisas assim. Nenhuma outra urbe do antigo Império Português foi criada nas condições em que o Huambo o foi – tão originais. E não eram assim tão certos os vaticínios de que teria futuro. Mas teve. Valeu-lhe o génio das suas gentes, o clima, a geografia e um prodigiosos irmão gémeo – o CFB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *