No seguimento da candidatura feita pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel em 2010, a Literatura de Cordel tornou-se no passado dia 19 deste mês, Património Cultural do Brasil.

Esta forma de expressão cultural escrita deve o seu nome à forma como, depois de impressa em folhetos, era pendurada e exposta em cordéis para ser vendida. Introduzida no Nordeste do Brasil pelos portugueses, possui um forte cariz popular e oral e retrata, através de rimas, o ponto de vista dos poetas relativamente ao quotidiano, a episódios históricos, a lendas e a temas religiosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *