Na passada quarta-feira, os eurodeputados votaram a favor de várias emendas à lei dos direitos de autor no contexto da Internet.

Para além de uniformizar, dentro do espaço europeu, os direitos de autor e combater a pirataria, pretende-se, através desta proposta que, artistas, jornalistas e criativos das mais diversas áreas sejam remunerados pelo seu trabalho sempre que o mesmo é publicado através das grandes plataformas online, como o Facebook, o Google ou o Youtube, só para citar alguns exemplos.

Se as alterações à lei forem aprovadas, um dos pontos mais impactantes é o facto destas plataformas passarem a ter que a exercer uma vigilância mais apertada sob os carregamentos realizados pelos seus milhões de utilizadores, ficando obrigadas a filtrar e a eliminar os conteúdos que infrinjam a nova lei.

Antes da votação final, que ocorrerá em 2019, segue-se uma fase de negociações à porta fechada entre o Concelho e o Parlamento Europeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *